Sito in Italia dove è possibile acquistare la consegna acquisto Viagra a buon mercato e di alta qualità in ogni parte del mondo.

Cfg-portugues-2004-princ2.pdf

Leia atentamente os textos I, II e III para responder às questões que se Capítulo XXXIII
O cajueiro floresceu quatro vezes depois que Martim partiu das praias do Ceará, levando no frágil barco o filho e o cão fiel. A jandaia não quis deixar a terra onde repousava sua amiga e senhora. O primeiro cearense, ainda no berço, emigrava da terra da pátria. 5 Havia aí a predestinação de uma raça? Poti levantava a taba de seus guerreiros na margem do rio e esperava o irmão que lhe prometera voltar. Todas as manhãs, subia o morro das areias e volvia os olhos ao mar, para ver se branqueava ao longe a vela amiga. Afinal volta Martim de novo às terras, que foram de sua felicidade, e 10 são agora de amarga saudade. Quando seu pé sentiu o calor das brancas areias, em seu coração derramou-se um fogo, que o requeimou: era o fogo das recordações que ardiam como a centelha sob as cinzas. Só aplacou essa chama quando ele tocou a terra, onde dormia sua esposa; porque nesse instante seu coração transudou, como o tronco do jetaí 15 nos ardentes calores, e orvalhou sua tristeza de lágrimas abundantes. Muitos guerreiros de sua raça acompanharam o chefe branco, para fundar com ele a mairi dos cristãos. Veio também um sacerdote de sua religião, de negras vestes, para plantar a cruz na terra selvagem. Poti foi o primeiro que ajoelhou aos pés de sagrado lenho; não sofria 20 ele que nada mais o separasse de seu irmão branco. Deviam ter ambos um só Ele recebeu com o batismo o nome do santo, cujo era o dia; e o do rei, a quem ia servir, e sobre os dois o seu, na língua dos novos irmãos. Sua fama cresceu e ainda hoje é o orgulho da terra, onde ele primeiro viu a luz. A mairi que Martim erguera à margem do rio, nas praias do Ceará, medrou. Germinou a palavra do Deus verdadeiro na terra selvagem; e o bronze sagrado ressoou nos vales onde rugia o maracá. Jacaúna veio habitar nos campos da Porangaba para estar perto de seu amigo branco; Camarão erguera a taba de seus guerreiros nas margens da Tempos depois, quando veio Albuquerque1, o grande chefe dos guerreiros brancos, Martim e Camarão partiram para as margens do Mearim a castigar o feroz tupinambá e expulsar o branco tapuia. 1 Jerônimo Albuquerque, chefe da expedição ao Maranhão em 1612. Era sempre com emoção que o esposo de Iracema revia as plagas 35 onde fora tão feliz, e as verdes folhas a cuja sombra dormia a formosa Muitas vezes ia sentar-se naquelas doces areias, para cismar e A jandaia cantava ainda no olho do coqueiro; mas não repetia já o ALENCAR, José de. Iracema: lenda do Ceará. São Paulo: FTD, 1992. 2ª ed.
Ode a Iracema
Personagem da obra de José de Alencar inspira parque A virgem dos lábios de mel banha-se para sempre na lagoa de Messejana, em Fortaleza. No romance de José de Alencar, foi lá onde Iracema, a jovem índia com os cabelos mais negros que a asa da graúna, permaneceu à espera de Martim, o guerreiro branco que a desposou, a 5 engravidou do filho Moacir e partiu. Fora das páginas dos livros, Messejana é um distrito da capital cearense, a 15 quilômetros da costa, que acaba de virar destino turístico. Os atrativos são uma estátua de Iracema com 12 metros de altura e um calçadão com dez painéis nos quais é contada a lenda da virgem. (.) o Parque Cultural Iracema pretende ser o primeiro passo do 10 Projeto Símbolos do Brasil. “Queremos criar parques culturais em todos os Estados, sempre inspirados em um personagem regional. O próximo talvez seja o da Iara, no Amazonas”, sugere o arquiteto carioca e presidente da empresa, Leonardo Fontenele. Diretor na América Latina da Associação Mundial de Entretenimento Temá tico, Fontenele lembra, no entanto, que os 15 personagens deverão ser escolhidos pela população local. Para envolver os moradores da cidade no projeto, a Imagic! lançou, em parceria com a TV Diário, de Fortaleza, o concurso Iracema – a Musa do Ceará. Quem levasse o título teria seu rosto reproduzido na estátua da heroína. Durante cinco semanas, o auditório do programa Sábado Alegre, 20 transmitido pela TV Diário, aplaudiu algumas das 2.760 garotas inscritas. A vencedora, a estudante de Direito Natália Nara Ramos, 21 anos, se surpreendeu com o resultado. “Ouvi dizer que teria um prêmio em dinheiro e, como eu já desfilava, resolvi participar. Não tinha idéia da imensidão do projeto e agora vejo que um cheque não seria nada perto de tudo o que acon- 25 teceu comigo”, conta ela, que hoje apresenta dois programas na TV União, uma espécie de MTV local. A bela Natália cativou o júri com sua graciosi-dade e contou com um trunfo: seus cabelos escuros e a franja que usa desde pequena evocam a estética indígena. Para a realização do molde de seu rosto, esculpido em tamanho real 30 pelo artista plástico cearense Alexandre Rodrigues, a modelo teve de passar 12 horas em estúdio. “Ainda bem que me deram comida, sorvete e tudo o que eu tinha direito. Ficou perfeita. Tem até uma covinha igual à minha no queixo”, conta Natália, que leu o clássico de José de Alencar aos 17 anos. Com 12 metros de altura e 16 toneladas, a réplica de Iracema pode durar até 35 100 anos. Quem passa pela região, nem se lembra que a mesma lagoa, pouco antes, mais parecia um esgoto a céu aberto. Para o futuro, estão programadas oficinas de artesanato e cursos de capacitação de guias de turismo, além da construção de lojas e restaurantes ao longo de dois quilômetros de calçadão que compõem o Parque. Até a entrada da cidade, pela BR 116, será desviada 40 para passar em frente ao empreendimento. Só falta o guerreiro branco ir VANNUCHI, Camilo. Ode a Iracema. Revista Isto é, nº 1806. São Paulo: Ed. Três,
maio de 2004.
Texto III
Morte e vida severina
temos que enterrá-los em terra seca.
MELO NETO, João Cabral de. Morte e Vida Severina e outros poemas em voz alta.
Rio de Janeiro: José Olympio, 1993.
1a QUESTÃO
Valor: 4,0 (0,4 cada item)
1. Assinale a opção que melhor traduz o sentido de: “Para ver se branqueava ao longe a (A) Para ver se a vela se tornava branca. (B) Para ver se a vela aparecia ao longe. (C) A vela clareava o céu somente ao longe. (D) O sol clareava a vela do barco ao longe. 2. Considere o trecho abaixo, retirado do texto II, e assinale a afirmativa correta. “No romance de José de Alencar, foi lá onde Iracema, a jovem índia com os cabelos mais negros que a asa da graúna, permaneceu à espera de Martim, o guerreiro branco que a desposou, a engravidou do filho Moacir e partiu”. (A) Em “os cabelos mais negros que a asa da graúna” temos, estilisticamente, a comparação e, sintaticamente, o adjunto adnominal de Iracema. (B) O vocábulo “lá” de “foi lá onde Iracema” refere-se a “No romance de José de (C) “Iracema” é sujeito de “permaneceu à espera de Martim”. (D) “o guerreiro branco” é complemento nominal de Martim. 3. Em “o primeiro cearense, ainda no berço, emigrava da terra da pátria. Havia aí a predestinação de uma raça?” (Texto I, linhas 4 e 5). (A) à raça africana e ao fato de estar sempre distante e com saudades da velha África, (B) à predestinação/contribuição da gente sofrida do Nordeste para o aumento da taxa (C) ao destino, da maioria dos cearenses, de viver longe da terra natal. (D) ao berço da imigração brasileira: o estado do Ceará. 4. Considere o trecho e assinale a alternativa correta: “O cajueiro floresceu quatro vezes depois que Martim partiu das praias do Ceará, levando no frágil barco o filho e o cão (A) Em “O cajueiro floresceu quatro vezes depois”, temos, incutida, uma idéia de (B) Em “frágil barco” está a caracterização dos sentimentos do bebê recém-nascido. (C) Em “depois que Martim partiu das praias do Ceará” encerra-se, uma idéia de (D) A expressão “das praias do Ceará”, transmite uma idéia de conseqüência. 1a QUESTÃO
Continuação
5. Observe: “Só falta o guerreiro branco ir visitá-lo” (última linha do texto II). A intenção do jornalista, autor da reportagem, é (A) afirmar que a réplica de Iracema é tão perfeita que o espírito de Martim – herói do romance de José de Alencar – retornará para visitar sua amada esposa morta. (B) através da ironia, criticar a população que não valoriza ou até desconhece sua (C) afirmar que o artista plástico, autor da escultura, ainda não a viu no parque. (D) sugerir que a modelo está à espera de um amor como o da personagem do 6. No trecho “Ouvi dizer que teria um prêmio em dinheiro” (texto II, linha 22), o verbo TER é empregado no sentido coloquial. Assinale a alternativa em que o mesmo verbo (A) No navio, tinha um compartimento onde aquela carga ficaria bem guardada. (B) Tinha uma meta em sua vida: enriquecer. (C) Você está seguro de que hoje não tem aula? (D) Tem dias em que nos sentimos tristes e desanimados. 7. Na visão romântica de José de Alencar, o índio é (A) descrito como um ser preguiçoso, que passa o tempo sentado à porta da cabana. (B) um defensor árduo dos animais que são por ele atraídos. (C) idealizado para assumir características européias. (D) exterminado para que os cristãos povoem as nossas terras. 8. Em “Ele recebeu com o batismo o nome do santo, cujo era o dia; e o do rei, a quem ia servir, e sobre os dois o seu,” (texto I, linhas 22 e 23), o pronome sublinhado é 9. “Sua fama cresceu e ainda hoje é o orgulho da terra, onde ele primeiro viu a luz.” (Texto I, linhas 23 e 24). A oração destacada pode ser substituída por 1a QUESTÃO
Continuação
10. Observe a relação estabelecida pela conjunção entre as orações do seguinte período: “. são os que jamais usam luto e se enterram sem salvo-conduto.” (Texto III, linhas 3 e 4). Assinale a opção em que as orações apresentam a mesma relação. (A) “Poti levantava a taba de seus guerreiros na margem do rio e esperava o irmão.” (B) “A jandaia não quis deixar a terra onde repousava sua amiga e senhora.” (Texto I, (C) “A jandaia cantava ainda no olho do coqueiro; mas não repetia já o mavioso nome de Iracema.” (Texto I, linhas 39 e 40). (D) “Não podem continuar / pois têm pela frente o mar.” (Texto III, linhas 13 e 14). 2a QUESTÃO
Valor: 6,0
Escolha uma das opções apresentadas a seguir e redija um texto dissertativo em O presidente da República recebeu na tarde desta terça-feira (06), no Palácio do Planalto, um documento com propostas para a valorização da cultura nacional, discu- tidas em um seminário promovido por uma universidade de São Paulo e por uma emissora de televisão, em fevereiro deste ano. O documentário foi entregue por um ator da referida emissora, que leu a lista de reivindicações de profissionais de áreas como televisão, cinema, publicidade, música e literatura. Os artistas pedem que a cultura seja reconhecida como setor estratégico para o desenvolvimento do país, com direito a empréstimos e subsídios. “Todas as propostas serão encaminhadas para os ministérios encarregados de cada assunto”, afirmou o presidente, que agradeceu a iniciativa dos intelectuais e artistas. Segundo o presidente, “boa parte das reivindicações fazem parte do que o ministério da Cultura já vem tentando colocar em prática”. (Correio Web – Correio Braziliense – Da agência Brasil, 07-07-04, 11h 32 In: <http://divirta-se.correioweb.com.br/> – texto 2a QUESTÃO
Continuação
Dê a sua opinião sobre a consideração da cultura como setor estratégico para o Se for admitido o real sentido estratégico da cultura, diga que tipos de projetos poderiam ser realizados pelas instituições de ensino e telecomunicações para a “A vida na fazenda se tornara difícil. Sinhá Vitória benzia-se tremendo, manejava o rosário, mexia os beiços rezando rezas desesperadas. Encolhido no banco do copiar, Fabiano espiava a caatinga amarelada, onde as folhas secas se pulverizavam, trituradas pelos redemoinhos, e os garranchos se torciam, negros, torrados. No céu azul, as últimas arribações tinham desaparecido. Pouco a pouco, os bichos se finavam, devorados pelo carrapato. E Fabiano resistia, pedindo a Deus um milagre. Mas quando a fazenda se despovoou, viu que tudo estava perdido, combinou a viagem com a mulher, matou o bezerro morrinhento que possuíam, salgou a carne, largou-se com a família, sem se despedir do amo. Não poderia nunca liquidar aquela dívida exagerada. Só lhe restava jogar-se ao mundo, como negro fugido.” (RAMOS, Graciliano. Vidas Secas)
Os movimentos migratórios são tratados na literatura brasileira desde o romance indianista até o modernismo. Disserte sobre as movimentações espaciais e psicológicas

Source: http://vestibular.ime.eb.br/arquivos/Admissao/Vestibular_CFG/Provas_Anteriores/provas04_05/portugues0405.pdf

Microsoft word - document2

10 AREAS OF FINANCIAL NEED FOR ACTION MINISTRIES IN THE PHILIPPINES - 2011 1. Shalom Birthing ministry delivers over 150 babies a month and serves over 300 poor women and families weekly with the Gospel and compassionate care in Antipolo City. About P17 million is needed to finish construction on a three story ministry building and to obtain equipment, furnishings and an ambulanc

Koen fuzzy front end chapter.doc

THE FUZZY FRONT END FOR INCREMENTAL , PLATFORM AND BREAKTHROUGH PRODUCTS AND SERVICES INTRODUCTION The innovation process may be divided into three areas: the Fuzzy Front End (FFE), the New Product Development Portion (NPD) and commercialization as indicated in the figure 1. Most projects, once the concept is defined in the FFE, are managed in the NPD portion using the traditional

Copyright © 2010-2014 Medicament Inoculation Pdf